30.4.08

Há pessoas de quem um dia somos muito próximos e a quem passamos a "odiar" pelo desenrolar das circunstâncias da vida. Quando essas pessoas passam por um período muito mau, uma parte de nós quer abraçá-las.

Estive com uma dessas pessoas e abracei aquela parte sem mágoas de nós duas.

Sem comentários: