10.4.08

Na máquina do tempo, rumo ao futuro.


- Quanto tempo é que achas que demora até duas pessoas se conhecerem o suficiente para viverem juntas?

- Não sei, depende muito. Um dia, seis meses, dois anos, dez anos. Isso dá pano para mangas.

- Mas o que é que pensas disso? O que achas?

- À primeira abordagem parece algo inevitável quando duas pessoas se amam e vêm tudo cor-de-rosa porque pura e simplesmente ainda não se aturaram na verdadeira acepção da palavra. Mas depois de algumas coisas que experimentei acho que o melhor é viverem em casas separadas e....

- ....casas separadas?!

- Sim...casas separadas, mas no mesmo prédio. Dividem-se as despesas de comida (algumas, pelo menos). E se aquilo for resultando, ao fim de seja lá quanto tempo for, o vaivém entre duas casas tão próximas pode fundir-se numa só, enquanto o oposto é muito mais doloroso. Aqui está o meu ideal de relação no que respeita a (con) vivência.

- Mas isso é uma excelente ideia...(com um sorriso enorme)

- Pois é...(com outro sorriso enorme).





2 comentários:

Etelvina disse...

hehehe gosto da ideia. Mas vê-se que é uma advém dum trauma.
Apesar de concordar, aínda tenho esperança de encontrar o tal "principe encantado" com quem possamos partilhar tudo e mais alguma coisa e viver num arco-iris de paz :D

finestamp disse...

não vejo trauma nenhum implícito aqui, apenas crescimento fruto de coisas boas e más que vão acontecendo.